Vamos conhecer algumas estratégias para tentar barrar o consumo por impulso. Em 2019 vamos lutar por um consumo mais consciente e menos frenético.

 

 

 

Oiii Meninas, tudo bom ??

 

 

Se você aí começou 2019 com aquele peso na consciência porque gastou demais nas festas de fim de ano e natal e quer dar uma segurada nos gastos, aqui vamos com algumas dicas que eu uso para tentar driblar o consumo compulsivo e de quebra dar uma economizadinha.

 

 

 

Primeira dica : Hoje eu não vou comprar. Desse jeito mesmo. Deixe para amanhã o que você pode comprar hoje. O ditado ao contrário nesses casos é super válido.

 

 

 

Segunda dica : Sair de casa com o dinheiro contado, ou sem cartão de crédito. Sair sem cartão de crédito é a melhor garantia de que você não vai gastar. Sou contra ideias radicais, que são a favor de você queimar ou rasgar todos os seus cartões de crédito. Não faça isso. Nunca se sabe se haverá uma ocasião em que você realmente possa precisar dele. Sair de casa apenas com o dinheiro contado para comprar alguma coisa, vai fazer com que você permaneça no foco e caso caia em tentação, você não  vai ter dinheiro naquela hora mesmo.

 

 

 

Terceira dica: Uma dica da vovó que aqui cabe muito bem e  é super válida. Nunca vá ao supermercado ou padaria com fome. Sua tendência a comprar coisas a mais será maior.

 

 

 

Quarta dica : Retire a palavra não do seu vocabulário. Substituir essa mentalidade por outra idéia de melhor valor. Você precisa ter em mente que o fato que não gastar não pode ser interpretado com uma punição e sim como uma lição. Que se vai levar para a vida. Pense que  esse momento é excelente para você pode fazer exercer sua criatividade, olhar para o seu guarda roupa com mais amor. Cuidar melhor das suas peças. Sempre com um olhar positivo, do tipo : ” O que eu posso aprender com isso ? ”   E principalmente observar que muitas vezes guardamos na memória  os momentos legais da vida e  não são coisas.

 

 

Última dica : Começar a fazer programas super benefícios que não tenham um consumo direto  de coisas envolvido como:  Passar a tarde num parque ou na piscina. O contato com a natureza e/ou amigos faz super bem para gente e não deixa o armário lotado, nem o cartão de crédito pesado. Sair com amigos para comer uma pizza também é super válido. Esse tipo de gasto é do bem porque só traz coisas boas para gente, bons momentos, boa comida e não trazemos nada  de supérfluo para os armários depois. O fato de você  estar tentando não gastar mais dinheiro, esse meio tempo com roupas , não quer dizer que você não possa mais gastar um real com absolutamente mais nada. Qualquer exagero na vida é prejudicial. Prefira programas que irão de dar experiências e bons momentos, como uma massagem, uma tarde de cuidados pessoais, como cabelo, unhas e pele,  um curso, uma comida, um cinema, um pequena viagem.

 

 

 

 

Dica bônus :  Um exercício que talvez seja muito difícil no começo, especialmente se você é uma pessoas que não tem o costume de se auto avaliar ou fazer terapias que levem a isso. Primeiro pense no que te leva a comprar. Quais circunstâncias te levam aquilo. Usei a última roupa comprada ? E o último item ? Várias perguntas podem ir surgindo na sua mente  ao longo dessa simples pergunta. Como é um exercício é fundamental que não seja feito apenas uma vez. Não se pressione nem se condene caso não encontre respostas.  O importante é tentar.

 

 

Publicações relacionadas

Deixe um comentário

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.